Pesquisar este blog

20/06/2009

O Quebra- Nozes


O balé O Quebra-Nozes foi levado à cena, pela primeira vez, a 29 de dezembro de 1892 como um féerie-ballet em dois atos e três quadros. Coreografia e argumento de Marius Petipa, baseava-se na versão de Alexandre Dumas de L' Histoire d'un Casse-Noisette. Em uma noite de natal, a pequena Clara, tendo recebido de presente um quebra-nozes que representava a figura de um soldadinho, vê seu novo brinquedo ser quebrado pelo irmão. Por causa disso, a menina perde o sono e, à meia -noite, levanta-se e vai até a árvore de natal, a fim de vê-lo. Mas surpreende-se com a chegada dos ratos que vão lutar, em feroz batalha,contra todos os brinquedos. Durante a briga, Clara abate o rei dos ratos com seu chinelo. O quebra-nozes transforma-se, então, em príncipe encantado e transporta Clara para Confituremburg, o reino dos doces. Lá, são recebidos pela Fada Açucarada(para evocá-la, Tchaikovsky utiliza pela primeira vez a celesta,até então desconhecida na Rússia), cujos súditos dançam em sua homenagem. Depois várias danças exóticas, a Valsa das Flores encerra o balé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário