Pesquisar este blog

27/11/2009

Jules Massenet

Jules Émile Frédéric Massenet, compositor francês, nasceu em Montaud a 12 de maio de 1842 e mudou-se com sua família para Paris, a fim de que pudesse estudar no Conservatório. Tornou-se especialmente conhecido por suas óperas, muito populares no final do século XIX e início do século XX.

Ganha o “Grand Prix” de Roma em 1862 e vive por lá durante três anos. Seu primeiro grande sucesso foi o oratório Marie-Madeleine, aclamado por seus contemporâneos Tchaikovsky e Gounod.


Massenet deixa de compor para servir como soldado na guerra Franco-Prussiana, mas retorna um ano depois (1871), ao fim da guerra. Foi professor de composição de grande influência no Conservatório de Paris a partir de 1878, tendo como alunos Gustave Charpentier, Reynaldo Hahn e Charles Koechlin.

Suas óperas mais famosas foram: Manon (estreada em 1884), Werther (em 1892) e Thaïs (em 1894). São representadas freqüentemente, com enorme sucesso.

Massenet usou o leitmotiv de Wagner em suas obras, mas adotou uma certa matiz francesa - criticadas por alguns, que a consideraram muito “enfeitada”.

Além das óperas, escreveu também balés, oratórios, cantatas, peças orquestrais e cerca de 200 canções. Faleceu em Paris a 13 de agosto de 1912.

CD 1 Download

CD2 Download






Cendrillon - Frederica von Stade
Le Prince Charmant - Nicolai Gedda
Madame de la Haltière - Jane Berbié
Pandolfe - Jules Bastin
La Fée - Ruth Welting
Noémie - Teresa Cahill
Dorothée - Elizabeth Bainbridge
Le Roi - Claude Méloni
Le Doyen de la Faculté - Paul Crook
Le Surintendant des Plaisirs - Christian du Plessis
Le Premier Ministre - John Noble
La Voix du Heraut - Claude Méloni

Ambrosian Opera Chorus (Chorus master: John McCarthy)

Philharmonia Orchestra
Julius Rudel, conductor

Recorded in All Saints' Church, Tooting Graveney, London SW17, 14-24 June 1978


CD2 Download

Nenhum comentário:

Postar um comentário